Artigos - BLOG

BLOG
JCMacedo Consultoria Empresarial
DESIGN
BLOG
Ir para o conteúdo

STREES

BLOG
Publicado por JCM em Gestão de Pessoas · 30 Junho 2020
Entendendo o Strees

Angústia, ansiedade e infelicidade são as causas mais conhecidas do que se convencionou chamar de stress psicológico, que, se não for neutralizado, certamente acarretará efeitos nocivos, principalmente neurose, depressão e moléstias psicossomáticas. Queiramos ou não, o stress é um componente sempre presente na vida daqueles que vivem nas modernas sociedades industrializadas. A Tensão nervosa tem muitas causas, que podem ir da poluição ambiental ou sonora aos problemas financeiros, intelectuais ou afetivos. A maneira como cada pessoa reage é que é muito variável, de acordo com cada personalidade. Enquanto alguns enfrentam crises com tranqüilidade, e até tiram proveito delas, outros tremem à simples idéia de que possam surgir problemas. Entretanto, o stress é um fator que pode conduzir a altos níveis de colesterol, hipertensão, úlcera, colite, problemas coronários e até derrame. Uma ATITUDE MENTAL correta é, talvez, o fator mias importante na luta para se evitar a tensão.
 
No equilíbrio entre o CORPO e MENTE, trabalho e lazer, os efeitos da tensão podem ser diminuídos e até superados. Conseguir tempo para se divertir, desfrutar da vida em família, curtir as crianças, além de métodos de relaxamento e meditação, certamente contribuirão para tornar a vida mais amena.
 
 
6 perguntas sobre       STRESS
 
 
A correria e as tensões do dia-a-dia são meio caminho para o aparecimento do stress.
 
Você é do tipo que faz várias coisas ao mesmo tempo, é altamente centralizador, ansioso e se preocupa com tudo que está a sua volta? Se a resposta for positiva para a maioria destas questões, com certeza você é sério candidato ao stress ou já está vivendo essa situação.
 
 
1.      O que é STRESS?
 
 
Trata-se de um conjunto de reações que o organismo desenvolve ao ser submetido a uma situação nova que exige esforço para adaptação. O stress é necessário, pois coloca o organismo em alerta, tornando-o apto a lidar com os desafios do cotidiano. Mas quando esse estado de alerta se torna crônico o organismo se desgasta, prejudicando a saúde.
 
 
2.      Quais os principais sintomas físicos e psicológicos de uma pessoa estressada?
 
 
O stress se divide em quatro fases, com sintomas diferentes em cada uma delas.
 
 
1.ª fase: diante de fatores que provocam stress, a pessoa sente medo, pânico, apreensão e eventualmente alegria.
 
 
2.ª fase: o organismo libera substâncias para se defender da presença prolongada de algum fator estressante. São os neuroransmissores; adrenalina, noradrenalina e cortisol. A pessoa sua muito, tem palpitações, fica com as extremidades frias, sente angústia e ansiedade.
 
 
3.ª fase: graças a sua capacidade de defesa, o organismo entra em equilíbrio com o agente estressante. Se esse fenômeno for de curta duração, não há sintomas. Se prolongado, provoca irritabilidade, alteração no sono e dores musculares.
 
 
4.ª fase: o equilíbrio se rompe e o organismo perde a capacidade de se defender. Isso pode causar fadiga crônica, depressão, idéias suicidas, apatia e síndroma do pânico.
 
Algumas pessoas passam pôr todos estágios. Outras param no segundo ou no terceiro, vai depender da capacidade de cada um.
 
 
3.      Quais os fatores que provocam stress?
 
 
Até mesmo ganhar na loteria, ser promovido no trabalho ou receber um pedido de casamento podem causar stress. É o chamado stress positivo. Já o negativo é provocado pela perda de pessoas queridas, problemas econômicos e excesso de trabalho entre outros. Ambos, quando muito intensos, trazem riscos à saúde.
 
 
4.      Qual o papel das doenças graves no desenvolvimento do stress?
 
 
Quem não consegue reagir a um câncer, pôr exemplo, fica fisicamente esgotado. O pessimista tem certeza de que a doença vai matá-lo. Pôr causa desse tipo de pensamento negativo, ele se angustia, se isola e se estressa.
 
E tem o outro lado da moeda: o stress é o fator de risco para o desenvolvimento de doenças.
 
 
5.      Há uma faixa etária em que se corre mais risco de ficar estressado?
 
 
Em qualquer idade as pessoas estão sujeitas ao stress. Mas o grupo mais vulnerável se situa na faixa dos 30 aos 50 anos de idade, época em que a luta pelo trabalho e pela estabilização social é maior.
 
 
6.      Quando o stress já se instalou, qual o tratamento adequado?
 
 
Várias técnicas ou terapias podem ser usadas, em conjunto ou isoladamente de acordo com a avaliação médica.
 


Todos os direitos reservados
JCMacedo
Consultoria Empresarial
BLOG
Santos - SP - Brasil
+55 13 98157-3537
jcmacedo@jcmacedoconsultoria.com.br
BLOG
JCMacedo
Voltar para o conteúdo